Museu Arqueológico do Rio Grande do Sul – Marsul

Divulgar a arqueologia e oferecer material para a pesquisa científica. Esta é a missão do Marsul, criado em 1966, a partir de acervo do arqueólogo Eurico Theófilo Miller. Depois de sediado na própria residência de Miller e de ter ficado abandonado durante anos num frigorífico, o museu foi transferido, em 1977, para a sede atual, situada em uma área verde de 10 hectares.

marsula

Vinculado à Secretaria de Estado da Cultura, possui um acervo arqueológico, constituído por: centenas de artefatos doados por particulares; vestígios arqueológicos oriundos de sítios pesquisados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Rondônia e Amazonas; artefatos provenientes do Museu Júlio de Castilhos; coleção de fragmentos da cerâmica Marajoara e de Santarém; vestígios arqueológicos do Peru e México e artefatos etnográficos coletados entre indígenas do Mato Grosso. Conta, ainda, com esqueletos humanos coletados nas pesquisas, alguns com mais de 4 mil anos de idade.

Uma série de atividades didático-pedagógicas é oferecida, sobretudo para turmas de ensino fundamental e médio das redes estaduais e municipais. Elas incluem palestras (previamente agendadas) sobre a pré-história do Rio Grande do Sul; visitas guiadas pela exposição; manipulação de artefatos arqueológicos e etnográficos e oficinas esporádicas de arqueologia.

 

RS 020, Km 58, Caixa Postal 197
Taquara, RS CEP 95600-000
Tel. (51) 3542-1553 • Fax (51) 3542-1034
www.sedac.rs.gov.br • marsul@via-rs.net

Visitação
terça a domingo • 9:00 às 18:00
Entrada franca

 

 

Comentários

comments

Comentários Google+

Olá!!

Receba todas as vantagens, descontos, dicas, e novidades sobre
Turismo no Rio Grande do Sul!